domingo, 2 de junho de 2013

AMIGOS DA ONÇA



AMIGOS DA ONÇA


Palavras ferem, friamente também consolam,
Perante a fragilidade do ser humano,
Pisoteia-se a "carne" até a morte?
Pobre e mal carácter é este homem,
Puritano em aparências, pusilânime nas ações.

O texto acima é baseado na teoria literária do POEMA DALANGOLA  do nosso colega recantista, poeta JOSÉ CAMBINDA DALA.
Sandro Colibri
por Sandro Colibri em 29/05/2013
Código do texto: T4315762 



Nenhum comentário: